terça-feira, 1 de abril de 2014

A onde a memória me leva

No teu jardim fui flor
De ti recebi amor
Mas um dia e sem perceber
Foste embora sem eu querer 
Não sei porque escrevo
Muito menos o que quero
Aquilo que sei
É que apesar de tudo, sempre te amei
A tua presença incomoda-me
Chegas mesmo a irritar-me
Mas porquê tudo isto agora?
Se já há tanto que te foste embora...
Com tanto que já disse sobre nós
Só não percebes se não leres estes versos
Que tudo o que aqui escrevi
É sobre mim e ti
Um amor antigo
E algures no tempo perdido
Uma história de amor, de paixão e dor
Acabou-se a esperança
O que resta agora é nada mais do que a lembrança... 

                                                                                          
*Becky*                                                                                                           
                         

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Com que direito?

Que direitos tenho eu? Que direitos tens tu? Onde está a liberdade de Abril, que tanto nos custou a conquistar. Onde está a justiça para a s injustiças deste mundo? Olho à volta e só vejo sofrimento, maldade... Tanta falta de humanidade! Onde estão os ideais de igualdade, quando matas o teu próximo, somente pela sua cor de pele, religião e crenças, simplesmente por estas serem diferentes das tuas. Para onde foram as pessoas boas? O que é feito da solidariedade, para com aquele que vive em constante necessidade. Aí se vê a célebre frase que a maioria das vezes aplicamos com levianamente, "uns com tanto outros com tão pouco...". Mas que importa isso aos que teêm um cofre forte no lugar do coração? Nada, só se importam com o seu próprio apetite. Pergunto-me, no meio de tudo isto onde está a bonita frase de "todos diferentes todos iguais" ? Mais uma das mentiras da nossa hipócrita sociedade. Não tem todo o ser humano, o direito de viver com dignidade! Se tanto tem esse direito terão outros, por motivos variados, tirar a vida a outrém indignamente? Que direitos tens tu? Que direitos tenho eu? Não sou perfeita, mas não quero ser como os demais, injustos e pobres de coração.

*Becky*

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

domingo, 28 de abril de 2013

Se tu soubesses...

Se tu soubesses que ainda te amo.
Se tu soubesses que ainda penso em ti de dia, e de noite sonho contigo.
Se tu soubesses o quanto eu sinto a tua falta, e que no escuro do meu ser, chamo por ti.
Oh se tu soubesses! Se tu soubesses meu querido, que foste o único que realmente amei, e que me fez feliz, se tu soubesses...  Que farias tu se isso soubesses? Se eu isto te disse-se acreditarias tu em mim? São tudo questões as quais não saberei qual a resposta, por mais simples que seja, pois isto seria "se tu soubesses", mas nada disto tu sabes.

*Becky*